Passar para o Conteúdo Principal

Festival de Sabores Mirandeses longe da crise

Img 4008 1 980 2500
23 Fevereiro 2016

Produtos de qualidade, muita animação e o saber receber foram estes os ingredientes para o sucesso do Festival de Sabores Mirandeses que se realizou de 19 a 21 de fevereiro, no Jardim dos Frades Trinus, em Miranda do Douro com balanço positivo.

Este ano a feira ficou marcada pela mudança de local, mais próxima do centro histórico de Miranda. Uma alteração que agradou expositores e visitantes.

“O espaço está mais perto do centro da cidade e é muito mais fácil o acesso das pessoas e acho que está melhor”, refere um dos expositores. De acordo com o presidente do município, Artur Nunes, a mudança permitiu a participação de mais expositores e pretendeu contribuir para “a valorização do centro histórico”. O Festival de Sabores Mirandeses contou também este ano, pela primeira vez, com representantes de Aranda do Douro, Bimenes e Pola de Siero, Espanha.

Ao longo destes dias, os expositores não tiveram mãos a medir e escoaram todo o produto que trouxeram para o certame.

Nem o frio que se fez sentir nos últimos dias intimidou os milhares de visitantes que passaram pelo eventopara comprar o bom fumeiro mirandês, os roscos, os sodos, a bola-doce, o pão, o folar, o queijo e o artesanato de Miranda.

“Vim de propósito do Porto. Levo a mala do carro cheia para mim e para alguns amigos que provaram e gostaram dos produtos de Miranda. De fato vale a pena”, diz uma das muitas compradoras que passaram pelo certame.

Também os expositores ficaram satisfeitos com as boas vendas que conseguiram realizar.

“Este ano foi um dos melhores, tanto a nível de vendas como a nível de visitantes e mesmo organização”, afirma um dos cerca de 70 expositores.

Refeições servidas batem número record

Ao longo dos três dias do Festival o número de refeições servidas no restaurante do recinto do evento, também superaram todas as expetativas

Segundo o presidente da Câmara Municipal, Artur Nunes, “Todos os dias havia filas para entrar no restaurante. Muitos vinham pela primeira vez para provar a posta à mirandesa que foi o dia excelência. Outros vinham para conhecer a ótima qualidade do cordeiro mirandês e claro está, o dia do porco que também teve bastante adesão”, explica o autarca.

Hotelaria esgotada

Durante os três dias do certame também a hotelaria do concelho esteve sempre esgotada.

“Este foi também um ponto positivo”, sublinha o edil mirandês e acrescenta que “este tipo de iniciativas são sempre importantes, porque trazem muita gente, desde os caçadores para as montaria, pessoas que vieram participar na prova de BTT, os curiosos e aqueles que apreciam a nossa terra tanto a nível cultural, social e gastronómico”, termina Artur Nunes.

Partilhar