Passar para o Conteúdo Principal

A câmara de Miranda do Douro está promover um concurso que obriga os participantes a usar a língua mirandesa para legendarem fotos que a autarquia vai colocar na rede social Facebook.

07 Janeiro 2014
A Câmara Municipal de Miranda do Douro está a promover um concurso no Facebook em que os participantes só podem usar a língua mirandesa.

O concurso intitula-se “Fai-me un Laique” e pretende “dar a conhecer os valores materiais e imateriais da Terra de Miranda”, garante um dos mentores do projeto, Alfredo Cameirão, à Agência Lusa.

Este passatempo vai passar integralmente pela página oficial da autarquia na maior rede social do planeta. Quinzenalmente, será publicada uma imagem relativa ao concelho, que deverá ser comentada na língua mirandesa. O comentário que reunir mais “gostos” recebe prémios relacionados com o mirandês, como livros ou discos nessa língua.

Ao mesmo tempo que se promove o uso deste idioma, também se divulga “o património” das Terras de Miranda, diz Alfredo Cameirão, pois “as redes sociais são um veículo privilegiado para esse efeito”.

O ensino do mirandês, como opção, nas escolas do concelho de Miranda do Douro, é ministrado desde o ano letivo 1986/1987, por autorização do Ministério da Educação.

Em 2008, foi estabelecida uma convenção ortográfica, patrocinada pela Câmara de Miranda do Douro e levada a cabo por um grupo de linguistas, com vista a estabelecer regras claras para escrever, ler e ensinar o mirandês, bem para como estabelecer uma escrita o mais unitária possível e consagrar o mirandês como a segunda língua oficial em Portugal.

http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Bragan%E7a&Concelho=Miranda+do+Douro&Option=Interior&content_id=3618788

Partilhar