Passar para o Conteúdo Principal
beni cun nós

Sons D´Outrora

07 Jul '19
Cartaz  14  1 980 2500

Grupo de Música Popular/Tradicional “SONS D’ OUTRORA” e Danças Andinas “INTICHASKI”

A génese do Grupo de Música Popular/Tradicional “Sons D’ Outrora” do Centro Recreativo de Mafamude (CRM), remonta a Dezembro de 2006. Começou por ser um grupo de cavaquinhos que interpretava músicas populares muito conhecidas, principalmente do norte do país.

No ano de 2007 o grupo integrou a “cantata/tocata” na representação do CRM nas Marchas de S. João, cuja instituição foi a grande vencedora.

A evolução foi notória. Entraram novos elementos, o que originou maior diversificação de instrumentos. Assim, entendeu-se por bem criar uma identidade própria, ficando com a atual designação, “SONS D’OUTRORA”, a partir de Setembro de 2010. De notar o espírito de convivência entre os elementos do grupo, sem descorar o grau de exigência que se pretende para atingir um determinado nível de qualidade, até porque o lema é “divertir e fazer divertir”.

Desde então, tem vindo a desenvolver a sua atividade em prol da recolha e divulgação da música popular e tradicional portuguesa. O grupo dedica-se não só à execução de temas populares, como também á sua recriação, interpretados com vozes harmoniosas, associados à simplicidade dos sons dos seus instrumentos.

Atualmente é constituído por cerca de 19 elementos. Além de cavaquinhos, possui no seu instrumental, concertinas, violas, flauta, violino, bombo, reco-reco e/ou ferrinhos. O repertório consiste em músicas populares/tradicionais bastante variadas, de todo o território nacional, que algumas delas eram cantadas na nossa infância (4/5 décadas atrás). Quem não se lembra das canções “Olh’ó Velho”, “A Moleirinha”, “Calçada da Serra”, “Marinheiro”, “Arrebita”, entre outras.

Ao longo da sua existência tem participado, por vários locais, em numerosas iniciativas, principalmente de cariz de solidariedade social, as quais se revestiram de enorme sucesso.

Grupo de  Danças Andinas “INTICHASKI”, dirigido por Paolo Herrera:

Este agrupamento tem como principal objectivo divulgar as danças tradicionais da América Latina, resgatando os principais temas culturais que caracterizam cada país que faz parte desta zona continental, mostrando muitos detalhes das crenças antigas destes povos baseadas no seu conhecimento e na sua mística.

San juanitos, joropos, marimbas entre outros, são os ritmos que fazem parte do reportório com o qual desenvolvemos o nosso trabalho, fazendo uma viagem imaginária pela Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.”

Partilhar