Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos

Centro de Conservação e Restauro de Arte Sacra inaugurado terça-feira

26 Março 2015

05-03-2015| DIOCESE BRAGANÇA- MIRANDA

A diocese de Bragança-Miranda aposta num espaço pioneiro a nível nacional.

A diocese de Bragança-Miranda inaugura na próxima terça-feira, 10 de março, o Centro de Conservação e Restauro de Arte Sacra, em Sendim, Miranda do Douro.

Este Centro, formado por uma equipa que agrega clérigos, conservadores-restauradores e historiadores de arte, pretende dar uma resposta pluri-disciplinar e transversal às necessidades interventivas do património material, sobretudo, da Diocese Bragança-Miranda.

Surge da consciência de que a Igreja deve ter um papel imprescindível na defesa e proteção do seu Património Cultural, pela Comissão de Arte Sacra e dos Bens Culturais da diocese.

O Centro de Conservação e Restauro está integrado na Casa da Criança Mirandesa, em Sendim.

Para o efeito foi recuperado um edifício devoluto, no centro da vila, num projeto que contou com o apoio da CoraNe – Associação de Desenvolvimento dos Concelhos da Raia Nordestina, através do programa PRODER. As obras tiveram um custo total de 140 mil euros.

Inclui um espaço de oficinas, com cerca de 180 m2, balneários e vestiários, um espaço para formação, uma área administrativa e, ainda, uma sala onde ficará alojado o serviço de inventariação.

“Temos um património riquíssimo na nossa diocese”, faz notar o Pe. António Pires, um dos mentores do projeto que abre portas oficialmente na próxima terça-feira.

“Em muitas paróquias temos realmente um património que nem conhecemos totalmente. Pela nossa experiência, constatamos que era necessário criar este centro a fim de ajudar as comunidades e os sacerdotes, numa vertente não só de intervenção, mas também num âmbito de prevenção e formação das comunidades, onde se abrangem as camadas mais jovens, alertando-as para a importância do património que temos”, explica o responsável.

O Centro de Conservação e Restauro inclui, ainda, um Colégio Científico, composto por três conservadores restauradores seniores com formação na área da pintura mural, pintura de cavalete, talha, escultura e madeiras, por uma historiadora de arte e por um membro do clero.

PROGRAMA

15h00 Atuação de Gaiteiros

15h15 Intervenções de:

Pe. António Pires (presidente da Comissão de Arte Sacra e dos Bens Culturais da diocese)
Dr. Artur Nunes (Presidente da Câmara Municipal de Miranda do Douro)
Dr. António Ponte (Diretor Regional de Cultura do Norte)
D. José Cordeiro (Bispo da diocese de Bragança-Miranda)

15h35 Descerrar da placa, seguida da bênção e visita às instalações

16h00 Atuação dos Pauliteiros de Miranda

16h15 Lanche convívio

Partilhar