Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos

A Fantástica história portuguesa de “Miranda do Douro”

04 Julho 2016
Miranda do Douro é uma terra portuguesa localizada na região de Trás-os-Montes, e possui uma história fantástica de “Éras” históricas lusitanas e portuguesas. As suas raízes vem de séculos e séculos, de Éras célticas, romanas e mouras, mantendo uma tradição fantástica para orgulho de seu povo, do povo “mirandês” do povo Trasmontano, lusitano e português.
Na idade média apareceu com uma data histórica, 18/12/1286, como “Miranda do Douro”, localizada em terras trasmontanas e à beira das fronteiras com a Espanha e certamente manteve a sua tradição secular até os nossos dias, onde pertence ao Distrito de Bragança lá na região do Alto Trás-os-Montes.
Para gáudio do seu povo, eles falam naturalmente a língua portuguesa, mas, eles tem uma língua própria, o “Mirandês”, a qual foi oficialmente fixado pela República Portuguesa como a “SEGUNDA LÍNGUA DE PORTUGAL”.
MIRANDA DO DOURO é também Concelho e possui 13 freguesias, evidentemente com nomes portugueses e também no idioma Mirandês, e para conhecimento podemos citar os seus nomes em português e em mirandês e bem como em ordem alfabética, como seja:
1)-   Constantim e Cicouro e em mirandês  “Custantin i Cicuiro”.
2)- Duas Igrejas…….”Dues Eigreijas”.
3)-   Genisio…………”Zenizio”
4)-   Ifanes e Paradela……”Anfainç i Paradela”.
5)-   Malhadas ……..” Malhadas”.
6)-   Miranda do Douro…..”Miranda de L.Douro”.
7)-   Palaçoulo……..”Palaçuolo”.
8)-   Picote………”Picuote”.
9)-   Póvoa……. “Pruoba”
10)-São Martinho de Angueira ……..”San Martino de Angueira”.
11)-Sendim e Atenor……….”Sendin i Atanor”.
12)-Silva e Águas Vivas…..”Silba i Augas Bibas”
13)- Vila Vhã de Braciosa …”Bila Chana de Barceosa e”.
 
Na sua tradição milenar, Miranda do Douro possui música própria enfeitada no gáudio lusitano, os famosos “PAULITEIROS DE MIRANDA”, e as suas danças maravilhosas encantam a todas assistências, com o trançar dos paus em batidas cronometradas ao som da música mirandesa.
Portando, Miranda do Douro está eternamente ligada ao nosso Querido e Eterno PORTUGAL, com sua música especial, com suas terras maravilhosas, suas obras históricas milenares e que para sua glória eterna teve o falar de seu povo com a sua Língua Mirandesa reconhecida como a ‘SEGUNDA LÍNGUA DE PORTUGAL !
 
 
Adriano Augusto da Costa Filho
Membro da Casa do Poeta de São Paulo, Movimento Poético Nacional, Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores, Academia Virtual Poética do Brasil, Ordem Nacional dos Escritores do Brasil, Associação Paulista de Imprensa, Associação Portuguesa de Poetas/Lisboa e escreve quinzenalmente para o Jornal Mundo Lusíada.
 

Partilhar