Passar para o Conteúdo Principal
Siga-nos

Escola EB1 de Miranda do Douro vai ser requalificada

Img 20200624 124015 1 980 2500 1 980 2500
2022/10/27
Esta escola apresenta um reduzido desempenho físico-construtivo, ambiental e funcional, resultante do desgaste provocado pela utilização e envelhecimento natural dos materiais e sistemas construtivos. No que respeita à organização funcional verificam-se ligeiras alterações resultantes de sucessivas adaptações.
A autarquia de Miranda do Douro vai lançar a concurso a empreitada uma Requalificação da Escola EB1 de Miranda do Douro, numa candidatura que deverá ter o apoio do Programa de Desenvolvimento das Infraestruturas de Formação e Ensino – Infraestruturas Educativas para o Ensino Escolar (Ensino Básico e Secundário), no valor de 745.500.00 comparticipados em 85% pelos Fundos Europeus.
“A reabilitação do edifício existente, responde de forma emergente ao estado de conservação e funcionalidade do edificado, nomeadamente, renovação dos revestimentos interiores e exteriores de pavimentos e paramentos, remodelação das instalações sanitárias e respetivas redes de águas e esgotos, tratamento térmico das superfícies exteriores em fachada da envolvente do edifício, com sistema Etic´s (isolamento térmico pelo exterior)“, refere nota do município.
Segundo a mesma fonte o projeto de reabilitação da escola implica a “substituição das caixilharias exteriores, colocação de tetos falsos e fracionamento do espaço do refeitório com painéis envidraçados, para correção acústica entre este e a sala polivalente, adequação das acessibilidades na generalidade do espaço interior com a introdução de plataforma elevatória/elevador de comunicação entre pisos e reformulação das rampas nos espaços de circulação do piso térreo, assim como pequenas obras de adaptação para coordenar a utilização do espaço interior à futura intervenção prevista“.
O edifício onde atualmente está instalada a Escola Básica de Miranda do Douro entrou em funcionamento em janeiro de 1982, tendo sido inicialmente escola preparatória e posteriormente convertida em escola de 2.º ciclo do ensino básico. Desde 2006, ano letivo de 2006/2007, tem vindo a ser utilizada pelo ensino básico e partilhada em complemento com o pré-escolar que possui instalações contíguas ao recinto da escola básica.
Esta escola apresenta um reduzido desempenho físico-construtivo, ambiental e funcional, resultante do desgaste provocado pela utilização e envelhecimento natural dos materiais e sistemas construtivos. No que respeita à organização funcional verificam-se ligeiras alterações resultantes de sucessivas adaptações.
Este projeto de reabilitação “resolve parte dos problemas e aumenta consideravelmente a eficiência energética, revertendo-se num conforto elementar para os alunos, docentes e demais funcionários praticarem o que de mais honroso existe, a educação. Em conclusão, a empreitada representa, mais uma vez, o esforço e empenho deste executivo municipal, na melhoria e bem-estar das nossas crianças“, refere fonte da autarquia..
Por: Notícias do Nordeste Publicado: Quinta-feira, 27 de Outubro, 2022

 

Partilhar