Passar para o Conteúdo Principal
siga-nos

Berrões

Com o nome popular de verracos, conhece-se um conjunto de esculturas da Idade do Fero e da época romana que representam, com forma tosca, porcos, touros e javalis. 
Toda a área do Alto Trás-os-Montes, prolongando-se pela província espanhola de Zamora até ao rio Esla, era o território dos antigos Zoelas, uma subdivisão do povo dos Astures. No território Mirandês, conhecem-se vários exemplares de berrões, que se relacionam sempre com ambientes romanizados. Uns são de grandes dimensões, como o exemplar de Picote, encontrado, in situ, no centro de uma estrutura identificada como santuário. Outros, de menor dimensão, têm sido identificados quer em contextos habitacionais, quer em contextos funerários, como o célebre touro de Malhadas, achado numa área de grande densidade de estelas funerárias, que, com um rigor formal de grande realismo, antecipa os melhores exemplares de pura raça bovina mirandesa.
  • Berrão de Duas Igrejas
    em construção.
  • Berrão de Picote
    em construção.
  • O Touro de Malhadas
    em construção.

Partilhar