Passar para o Conteúdo Principal
Siga-nos

LUSA | REABERTURA DOS MERCADOS DEDICADOS À VENDA DE PRODUTOS DA TERRA

12299354 875714989190686 6647735818197120682 n 1 980 2500
2020/05/06

REABERTURA DOS MERCADOS DEDICADOS À VENDA DE PRODUTOS DA TERRA

Redação, 05 mai 2020 (Lusa) - A Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes (CIM-TTM) deliberou, por unanimidade, a reabertura dos mercados dedicados à venda de produtos da terra que se realizam nos nove concelhos que integram este território, foi hoje anunciado.

"Numa altura de sementeiras, de plantação de culturas hortícolas e num território em que a agricultura tem um peso muito significativo no tecido económico, o Conselho Intermunicipal da CIM-TTM decidiu por unanimidade proceder à reabertura destes espaços de comercio, que é essencial para assegurar a venda e compra de renovo para plantar", indicou à Lusa o presidente da CIM trasmontana, Artur Nunes.

O também autarca de Miranda do Douro disse que esta medida surge no seguimento do fim do estado de emergência e visa acompanhar o impulso que se pretende dar à economia local com a abertura do comércio tradicional.

"Esta tomada de posição é entendida como uma forma de garantir a manutenção de produções essenciais para a economia familiar e simultaneamente vai responder à necessidade de os agricultores escoarem os produtos, sendo mercados exclusivamente dedicados à venda de produtos agrícolas", vincou o Artur Nunes.

A reabertura destes locais, encerrados há cerca de dois meses, também por decisão do Conselho Intermunicipal e no âmbito das medidas de prevenção e contenção da pandemia da covid-19, estará envolta em rigorosas normas de higiene e segurança, cumprindo todas as diretrizes emanadas das autoridades de saúde pública.

"É importante ter em conta que há regra sanitárias para que se proceda ao desenrolar deste tipo de feiras, tais como o uso de máscara para vendedores e público, existência de dispensador, em cada banca, para desinfeção das mãos", vincou o autarca.

A delimitação/marcação dos lugares destinados aos vendedores, respeitando a distância de segurança, bem como as entradas e afluência de público serão controladas por funcionários municipais, com a finalidade de ajudar a conter a propagação do novo coronavírus.

Artur Nunes lembrou que a venda de produtos da terra coincidirá com os dias das feiras municipais de cada concelho, iniciando-se esta semana e ficando ao critério de cada município a definição de mais dias para o efeito.

"A CIM das Terras de Trás-os-Montes está também a avaliar a possibilidade de reabrir as feiras semanais/quinzenais a todos os vendedores, sendo certo que tal medida está dependente da evolução da situação pandémica provocada pela covid-19 e das determinações governamentais nesta matéria", indicou o presidente da CIM.

"Para já não é uma abertura total destas feiras semanais ou quinzenais que acontecem um pouco por todos os nove municípios que entregaram a CIM-TTM", disse.

FYP // JAP
Lusa/fim

Partilhar